Escuela 28 Chuy



Si alguno de Uds. estuvo en la Escula 28 de Chuy, acercate y comenta
Certa vez a meados dos anos cinqüenta (50), um empresário bem sucedido interessou-se em colaborar com a Escola Pública Nº 28 do Chui, na época, um pequeno povoado da fronteira.

O empresário foi até a escola e perguntou a um professor:
O que está precisando a sua escola?

De muitas coisas necessita esta escola, mas penso que ajudar a estas crianças a entender o mundo no qual vivem, pode ser importante. Isto é uma fronteira, onde quase todos estamos de passagem por aqui, respondeu o professor. Caso pudéssemos dispor de um projetor de cinema de 16 mm poderíamos trazer a eles muitas coisas interessantes desse mundo que existe além destas fronteiras.

O empresário, dono de um grande frigorífico, se bem ficou surpreso, doou os fundos para comprar um Bell&Howell usado.

Os filmes, eram emprestados pelas embaixadas diplomáticas com representação no Uruguai, conforme temas e assuntos selecionados pelo professores de essa escola .

Nessa época sem televisão, as crianças sentadas no chão sobre uma tabuinha de madeira e como tela um lençol de casal, através do cinema na sua escola, viajaram pelo mundo. Assim em 1956, as imagens da Inglaterra, França Itália, EEUU, Polônia, Checoslovaquia, Espanha, México, Suíça, Alemanha e Canadá, da Antártida, esquimós, as vacinas, agricultura, fabricação de cristais, mineração, olimpíadas, entre outros, chegaram até o Chui em formato 16mm .

Similarly, certain environmental attributes such as environmental care, environmental preservation, rational use of natural resources, air quality, water, social responsibility, peaceful coexistence and many others, are directly related to the overall condition of humanity in its highest sense, beyond the ethnic, religious, philosophical, gender and age differences.
Knowledge and education as a whole, these tools are capable of interaction and integration of people and organizations in a process of collecting, generating higher standard of humanity.
Sala de Aula: uma fábrica de conhecimento.
Lo que realmente importa y ayuda a generar humanidad.
Parte de um momento onde alguém pensou que a educação, poderia transitar por outros conceitos, empregando meios audiovisuais.  Claro era o início dos anos 60.  Faz meio século. Uma pequena Escola Pública, numa fronteira, onde começavam as primeiras bases humanas da integração regional. Nesse singelo lugar, milhares de crianças começaram a perceber a existência “dos outros” e das “coisas” que outros seres humanos faziam.
Para todos nós foi algo muito gratificante, nessa época quando ainda não havia TV.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: