JAPAO, O FIM DO MUNDO.

Ou o principio de um mundo com um pouco mais de consciência pela vida?

É curioso ver uns dos povos mais educados e ordeiros, voltar a ocupar o lugar de exemplo para situações tão dramáticas. Japão não é perfeito, mas já teve o peso de mostrar ao mundo o custo humano dos dogmas militaristas com o final que todos conhecemos.
Japão impulsou a revolução industrial que finalizou a outra RI. das líneas de montagem dos Tempos Modernos.
Desenvolveu novas formas de relacionamento com o trabalho e a produção, que fizeram evoluir a qualidade dos produtos e as Relações Industrias num modelo que parece não ter chegado a ser entendida, por sindicatos e empresários em todos os países da A.Latina, 30 anos depois.

Os efeitos devastadores de terremotos e tsunamis (antes maremotos) já os conhecíamos, mais a instantaneidade da TV nos trouxe até a um cenário de filme catastrófico. Onde a força da natureza mostra o elemento, água transformar os milênios de evolução humana num gigantesco naufrágio da civilização.
Os “bens” casas, carros, navios, estradas , sinalização, markets, cultivos, gente….

Uma onda em instantes mostra a superficialidade de todo o poder civiliza-tório, ativos financeiros, complexos industriais, tecnológicos, acadêmicos e provavelmente religiosos. O dinheiro perdendo seu valor transacional, não há água potável nem alimentos. Faz frio, muito frio no local. Falta por ver qual é a extensão do desastre atômico e até que ponto o “Deus” intercede, para que esse admirável povo japonês não sofra de novo os efeitos da natureza ao serviço do homem. Quando as leis naturais nos devolvem a nossa realidade transitória de seres vulneráveis, ignorantes, esquecidos dos instintos de conservação da espécie humana y de seu habitat, nos defrontamos com o Fim de uma época. Para muitos, o Fim do Mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: